Páginas

sábado, julho 30, 2011

Iniciando no VIM

Uma dos maiores conflitos entre programadores, capaz de causar o caos entre pessoas que deveriam se considerar irmãos de sofrimento e noites mal dormidas: o editor que será usado!

Clique na imagem, é um pequeno guia ;D

Calma, talvez o parágrafo acima tenha sido um pouco exagerado e exaltado as emoções, porém a decisão de qual editor de código usar tende a ser um pouco complicada para todos os novos usuários (e velhos também). Vantagens e desvantagens são incontáveis, porém cada um sabe a sua necessidade e dribla os defeitos compensando de outras formas, então o programador deve saber escolher muito bem a ferramenta que usa e domina-la de uma forma que possa extrair todas as vantagens possíveis dela. A minha dica (e escolha) atualmente é o VI, melhor dizendo, seu filho VIM.


O VIM, VI Improved, é um editor simples e complicado ao mesmo tempo, simples pela sua interface em modo texto e complicado pelos comandos possíveis. Muitos dos novos programadores acabam temendo todas as teclas que devem digitar para começar a editar um texto, uma reação comum e inevitável para os novatos (todos nós passamos por isso).

Apesar de tudo, o VI segue a filosofia Linux, que, apesar de parecer complexo devido ao grande número de opções que oferece e a necessidade de ter um conhecimento básico para poder se iniciar, também eleva em muito os poderes do usuário sobre o que ele está fazendo.

PRA ONDE EU CORRO?!

O que o usuário deve se adaptar e compreender logo de início é o conceito de modo de edição e modo de inserção de texto. No modo de edição você pode excluir caracteres, fazer cópias, busca, navega pelo texto e outras diversas funções, já no modo de inserção você pode digitar e inserir o texto.

Para finalizar o post de hoje vou deixar algumas dicas, a primeira é esta Apostila de VIM no Google Code que mostra todos os segredos do VIM e auxilia em muito o usuário.

A segunda dica é o Site do Aurélio, que contem diversos materiais sobre o mundo do Linux e Mac, mostrando diversas coisas sobre o VI (além de expressões regulares e 1001 outras coisas). Obs: Os livros dele são ótimos, vale apena comprar.

E a última dica é o Guia de Consulta Rápida de VI (com VIM) da Novatec, que encomendei pela Linux Mall. Simples, prático e leve, podendo ser levado para qualquer lugar.

Apesar de eu falar sobre o VIM neste post, deixo registrado que o programador deve buscar a ferramenta que lhe propicia as melhores condições para trabalhar e assim aumentar a sua efetividade. Mas lembre-se, nunca se acomode em apenas um ferramenta, busque o novo e, quem sabe experimentar o VIM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Frase

“Inovação distingue um líder de um seguidor.”
(Steve Jobs)